segunda-feira, 15 de setembro de 2014

SÓ UMA PALAVRA ME DEVORA....


"Doenças são palavras não ditas" Tenho refletido muito nessa frase do  médico, neurologista psicanalista  e psiquiatra Jacques Marie Émile Lacan, 
A psicanálise ensina que quando não processamos adequadamente nossas emoções e nossa libido, podem ocorrer somatizações, isto é ,uma maneira errada de compreender nossa vida mental, nossas ideias, nossos sentimentos, podem gerar doenças no nosso corpo.
Há uma teoria do médico neurologista Paul Maclean da década de 70 que ensina que temos um cérebro tripartido, ou três cérebros. O mais básico , se encontra no entroncamento da medula espinhal , o cérebro reptiliano. É o cérebro da origem da espécie, que conhece basicamente comandos de prazer e dor, enfrentamento e fuga. É o nosso lado mais instintivo. Na evolução outra camada cerebral se sobrepôs ao cérebro reptiliano. Nosso cérebro límbico,emocional  o cérebro dos grandes mamíferos, que evoluiu em algumas áreas, e conseguia assim emitir julgamentos sobre o que fazer em momentos de crise , além de simplesmente fugir. O mais moderno de todos , seria o neocortex, nosso cérebro pensante, aquele que toma as decisões, que planeja e faz as comparações.
Esses três cérebros estão interligados e quase sempre em oposição uns aos outros.
E apesar de toda a sofisticação, o neocortex invariavelmente perde a batalha para os outros dois cérebros. Quem  não ouviu aquela teoria de que a maioria de nossas ações são baseadas nas emoções? Apesar de sermos chamados animais racionais, somos ainda instintivos e emocionais.
Assim cria-se um conflito dentro de nós. E se não temos maturidade, se não desenvolvemos um autoconhecimento equilibrado, tanto nossa base mental, quanto a nossa base genética pode nos trazer grandes transtornos.

E assim , como a cantora Simone na música Jura Secreta podemos gritar " Sò uma palavra me devora.... aquela que meu coração não diz."
Penso que as  escolas deveriam ensinar nossos filhos a desenvolver essa capacidade de clareamento de suas intenções e sentimentos, de gerenciar os conflitos de sua mente de forma saudável  a fim de evitar aquela sensação angustiante de implodir por dentro, de não ter coragem e estratégias para dizer aquilo que pensa.
Existe uma palavra que define muito bem essa questão : Assertividade, que é a capacidade de falar o que se pensa de maneira clara,  com educação e sensibilidade. Nosso corpo, com certeza agradece!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário