quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

EU ESCOLHI ACREDITAR





Alguns dias atrás li um artigo muito interessante no blog http://libertesuamente13.blogspot.com.br/ onde  uma pessoa dizia "Eu sou alguém e sou feliz sem Deus." Me interessei pelo texto,  bem escrito, e gostei dos argumentos.
Não vou transcrever aqui as ideias do autor , afinal é só clicar no link para conhecer o artigo, mas enfatizar que penso ser importante relatos como esse para que muitos cristãos entendam que o Evangelho não é uma guerra santa, onde temos a obrigação de "ganhar almas"! como um imperativo de Cristo.
Jesus em Marcos 16:16 dá um comissionamento a seus discípulos " Ide por todo mundo e anunciem o Evangelho" Esse comissionamento não está no sentido de obrigar pessoas a aceitarem a fé , como foi feito por exemplo na Europa, no início da Era Cristã, em relação a outras religiões, e também o ocorrido na América com os índios , que foram obrigados a abraçar a fé em Deus, sendo ignorada a sua cultura e visão de mundo. 
Poderíamos responder esta pergunta? É possível viver sem a fé em um Deus? Muitos , acostumados a esse tipo de pensamento, com certeza responderão que não, que é impossível ao ser humano viver sem Deus.
Bem não estou me referindo estritamente ao Deus cristão, que hoje é a crença comum da maioria, mas não acreditar em nenhum tipo de deus;
A História está repleta de homens e mulheres que não acreditavam em Deus. Muitos filósofos eram ateus, muitos cientistas também. Alguns tiveram uma vida boa, apesar de não terem crenças dessa Natureza, outros nem tanto.
Voltando ao texto que deu origem a esse post o autor explica entre tantos argumentos que vive bem sem deus, que apesar de não ter essa crença, tem um sentido ético, respeita a maioria das formas de vida desse Planeta, procura ser solidário ao próximo. Faz tudo isso não por interesse num céu ou por medo do inferno, mas simplesmente porque é algo que está em seu interior.
Apesar de respeitar a decisão do autor, minha escolha é outra : " Eu escolho acreditar". Afinal não posso provar a existência de Deus, e os ateus também não podem provar sua não existência. Para que isso fosse possível precisaríamos ser Deus, o que seria um grande paradoxo.
Estou feliz com minha fé, e acredito também que é possível alguém estar feliz sem ela. Tudo é uma decisão pessoal"

Nenhum comentário:

Postar um comentário