terça-feira, 17 de maio de 2016

A CERTEZA DAS INCERTEZAS





Quantas vezes você já ouviu  estórias , de pais ou mesmo avós que contavam que entraram trabalhar como  Officeboys nas empresas, e pouco a pouco foram ganhando espaço até chegarem a um cargo importante ou mesmo de chefia? E que igualmente trabalharam em uma única empresa pela vida inteira? No entanto, atualmente as situações parecem que não caminham nesse sentido.
A modernidade foi inaugurada, segundo os pensadores, pelo filósofo   Rene Descartes, porque ele de certa forma descolou o pensamento filosófico da idéia religiosa que  dominava a mente das pessoas na época e ai passamos a escutar o termo cartesiano,  que é um pensamento que começa , tem meio e fim... é um pensamento linear.
Então vivíamos em um mundo , basicamente linear, onde era possível planejar certas situações e passo a passo ir acompanhando os fatos, e dentro de um espaço razoável obter os resultados que plantamos .
Mas não vivemos mais nesse mundo, ou se formos mais otimistas, estamos praticamente em um grande processo de transição.
O que temos hoje em dia é uma sociedade extremamente flúidica que transfere essa velocidade de ações, de pensamentos, de fatos para todos as  dimensões do tecido social.
Família não é um conceito , como o conhecíamos a alguns anos atrás, a chamada família nuclear, onde o homem era o centro de todo o gerenciamento. Hoje temos famílias , uma grande maioria liderada pelas mães, avós, irmãs mais velhas, tias.... enfim é uma instituição totalmente transformada,
Os relacionamentos  eram  mais sólidos do que atualmente. É certo que temos que levar em conta o fato  que o feminismo mudou a maneira como a mulher se enxergava como pessoa e dentro das relações, mas a questão é que  os contatos hoje em dia são extremamente instáveis e sabemos por pesquisas que os casamentos em média tem durado 3 ou 4 anos  .
O trabalho não está diferente, haja vista que ao pegarmos a Carteira Profissional de um jovem, ali veremos diversos registros que no mínimo tem um ou dois anos de duração, e uma rotatividade muito grande.
Atualmente, quando escrevo essas linhas estamos com uma lei para ser votada no  Congresso que flexibiliza a CLT, o que deveríamos ,colocando em outras palavras, dizer que ela praticamente não existe mais,

Na década de 20 um cientista chamado   Heisenberg

cunhou um princípio que veio a ser conhecido como princípio da incerteza. Por esse postulado, ao medir um elétron era impossível saber ao mesmo tempo sua velocidade e sua posição. Teríamos assim que nos contentar em saber, ou o lugar em que se encontrava, ou a velocidade que estava.

Assim, conhecemos a incerteza, uma situação onde igualmente não podemos ter segurança e ao mesmo tempo certezas. É insuficiente e termos uma Universidade, estudos, um amor, uma família... tudo pode, de repente se desmanchar no ar....Qual a melhor atitude em momentos assim.... quais estratégias preciso ter para viver em uma sociedade onde a incerteza é a única certeza?

Nenhum comentário:

Postar um comentário