quinta-feira, 12 de maio de 2016

A VIDA FORA DO LUGAR



Ainda hoje ouvimos falar que devemos descobrir nossa missão, e depois que descobrirmos seremos felizes pois estaremos realizando aquilo pelo qual fomos criados.
Esse tipo de pensamento é muito comum em livros de auto ajuda que além dessa proposta trazem outros clichês como aquele “ siga o seu coração”
De onde virá essa idéia de que cada ser humano tem um lugar, tem um encaixe?
Talvez possamos viajar ao passado até a época de Aristóteles filósofo grego, que foi um dos maiores pensadores de nossa história.

Para ele todos  temos um lugar, uma missão e uma finalidade nesse mundo, e por isso precisamos descobrir esse lugar e nos “encaixar”
A idéia de Aristóteles é que vivíamos dentro de um Kosmos, um Universo finito , e perfeito.
No entanto essa concepção grega não  era para todos  , mas apenas para os bens nascidos, por isso  diz-se que era uma idéia aristocrática, porque no ideal grego, não somos todos iguais, muito pelo contrário, somente alguns teriam a virtude de receber os melhores dons.
Essa idéia de igualdade no sentido de escolher o que vou fazer com aquilo que a Natureza me dá, veio com o Cristianismo
Nessa nova visão de mundo, não há mais lugar para a virtude , enquanto busca do homem pela excelência em si através da Natureza, mas pelo contrário, a nova regra dizia que o mais importante era a vontade, a fé, a individualidade de cada um de ao tomar atitudes modificar a sua existência. Então já não há um homem que se encaixa em um único modelo, mas a possibilidade existencial desse homem ter muitas opções em ser, embora saibamos que apesar dessa liberdade existencial, isso não acontecia em relação a política e a área social.
Na atualidade, podemos perceber muitos discursos onde se valorizam os talentos: os mais inteligentes, os mais fortes os mais belos. Isso está presente em nossa  sociedade ... No entanto também ha espaço não apenas para aqueles que tem talento, mas os carregadores de piano,  pessoas que se superam através de seu esforço e de seu trabalho.
Pelo que eu entendo da Modernidade, a vida não teria uma finalidade, um sentido definido, mas nós pouco a pouco com nossas atitudes, com as habilidades que vamos desenvolvendo e com nossa força de vontade poderemos moldar uma existência possível, onde não conseguiremos ser felizes sempre, mas com certeza teremos um equilíbrio entre angústias e momentos de alegria.!!! Nesse sentido a vida está fora do lugar, porque na verdade ela nunca  esteve em um  lugar, portando está em sua posição ideal!!!

I

Nenhum comentário:

Postar um comentário