sexta-feira, 13 de novembro de 2015

OUTRAS FORMAS DE SER







Algumas pessoas se levam muito a sério. Sabe aquele tipo que se "acha a última Coco-cola do deserto"? Pois é. Vivemos em um mundo assim, repleto de desigualdades, preconceitos e  conflitos.

Esses desacertos são gerados , na grande maioria das vezes pela nossa ignorância. Sim, porque a maioria  é ignorante. Como assim? Você está me xingando?
É claro que não, afinal a palavra ignorante não denota uma ofensa, pois ser ignorante é simplesmente não ter conhecimento sobre alguns assuntos.

Vejamos: Quantos idiomas a maioria das pessoas falam fluentemente? (na verdade a maioria, mal fala o Português corretamente..) Quantas outras linguagens nós dominamos? Eu me refiro a linguagem musical, de libras, de cifras......  Quantas disciplinas do saber você conhece suficientemente? Conhece os fundamentos da Química, Biologia, Física? Em que culturas você é versado? Conhece os costumes dos povos asiáticos, seus mitos.... conhece a maneira de pensar das tribos amazônicas? 
Por esses simples exemplos já dá para perceber que sabemos muito pouco, e esse pouco que sabemos ainda é descontextualizado em relação ao espaço social que ocupamos.
Não me surpreende então que tenhamos tantos conflitos, tantos desacertos. Só enxergamos um fiozinho de realidade.
Mas alguns se acham mais do que outros, por sua posição social, por seu dinheiro, pelo pouco conhecimento que detêm.
Pouco somos..... na maioria das vezes estamos e deveríamos ter humildade em perceber e tomar atitudes que se conectem com um todo maior.
Demócrito filósofo grego acreditava na teoria atômica.Dizia ele que todos nós somos feitos de minusculas partículas, os átomos. Vejam: ele teorizou isso sem ter , na época nenhum instrumento ou nenhuma maneira prática de provar. Apenas supôs, inferiu.... e que pensamento genial que ele teve, o que depois foi confirmado pela ciência.
Somos um emaranhado de átomos, que em determinado momento se dissiparão e e se transformarão  em outras vidas.  Talvez uma estrela, uma flor, uma gaivota, uma pedra.... depende do nível de evolução que conseguimos alcançar em nosso caminho existencial

Nenhum comentário:

Postar um comentário