sábado, 27 de junho de 2015

O SOL NASCE PARA TODOS


Há muitos anos, um comercial afirmava que as melhores coisas do mundo são de graça. É claro que a intenção da propaganda era afirmar algum produto ou marca, mas se analisarmos com profundidade a questão,teremos que concordar que de fato  muitas experiências da vida não custam nada ou custam muito pouco.
Alguns recursos naturais como o ar que respiramos, a sombra das árvores, a beleza de um pôr do sol, a chuva que abençoa nossas vidas , são todos eles dádivas que nosso bom Criador nos concedeu.
Ao mesmo tempo, podemos afirmar que o sol, nosso astro maior, não escolhe o dia e nem a hora, e muito menos pessoas para aquecer com seus raios. Todos os dias, ele aparece no horizonte com a missão de iluminar o Planeta e  gerar Vida a todos. 
Até mesmo nosso Mestre Jesus cita esse evento ao afirmar que "O SOL nasce para justos e injustos"
Eu entendo essa frase como uma afirmação de que as oportunidades, assim como os reveses, são iguais para todos e que na Natureza existe uma tendência para a igualdade , embora saibamos que há uma intensa competição entre os vários ecossistemas por alimento e sobrevivência.
Já em nossa sociedade, as origens das desigualdades são antigas. Acredito que, mesmo na época das primeiras comunidades humanas, sempre existiram privilégios para alguns, em detrimento de outros.
No entanto, essas desigualdades foram se aprofundando e hoje vivemos em um Planeta onde as minorias sofrem profundos reveses em função das poucas oportunidades que possuem para expressão de seus desejos e direitos. 
Assim foi com o movimento feminista, com o apartheid na África do Sul e com o movimento dos LGBTTS, entre tantos outros.
Temos visto no caso dos LGBTTS um recrudescimento de situações envolvendo preconceito e discriminação . Os cristãos e outros grupos contrários a visão de mundo dos LGBTTS radicalizam o discurso e as vezes as ações, tentando de alguma forma preservar a família tradicional, os costumes , enfim os valores cristãos.
Igualmente alguns LGBTTS também radicalizam, não compreendendo que muitos cristãos tem uma visão de mundo cristalizada, produto de ensinamentos insuficientes sobre a realidade da vida e do mundo.
O que cada grupo precisa fazer é ampliar seus horizontes, criar um espaço interno de compreensão, onde cada indivíduo procure se colocar no lugar do outro para procurar vislumbrar situações em que pelo menos haja uma convivência mais possível, visto que de fato, dentro da ideologia de cada segmento seria praticamente impossível uma convivência harmoniosa.
Afinal como diz a Bíblia,o sol nasce para todos e nasceu também para os LGBTTS que com certeza se afirmarão como grupo organizado e com direitos adquiridos através da luta  e que farão parte das leis de cada País!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário