sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

PONTO DE EQUILÍBRIO



Cada pessoa reage de forma diferente as mais diversas situações. Alguns precisam ir para um lugar distante, uma praia paradisíaca para recuperar suas forças.
Outros, da mesma forma, tem seus interesses voltados para a figura de alguém que os inspire, que faça com que suas energias se renovem.
Também sabemos de pessoas que tem nos vícios,  de beber, fumar ou até mesmo usar outras substâncias , como sua válvula de escape.
Se voltarmos ao tempo, nos primórdios da aventura humana neste planeta veremos os mesmos comportamentos em outras roupagens:: Homens e mulheres adorando o sol, a lua as estrelas, inspirados por guerras,  ou aliviando suas dores mascando alguma folha alucinógena.
Isso leva a supor que nós ,seres humanos, temos consciência de finitude e precisamos sempre buscar uma compensação para o fato  de que estamos em um Universo infinito e somos como poeira, como uma gota neste vasto oceano.
Cada um faz suas escolhas e não pretendo lançar juízos de valor sobre o que é preferível ou não , sobre o que é melhor ou pior, sobre o que é certo ou errado.
Fiz uma escolha há  anos que mudou minha vida, embora isso tenha acontecido quando ainda era muito jovem e por vezes busquei outras opções, mas sempre voltei para a Fonte.
Cristo é meu ponto de equilíbrio. Cristo que morreu na cruz, que escreveu uma Nova aliança, alicerçada não mais em ordenanças , em  códigos morais de sacrifícios e castigos, mas em misericórdia e amor.

É  certo que talvez para outros seja a meditação do budismo, a força de Alá, a tranqüilidade do Tao, a capacidade humana, não importa, todos nós precisamos de um ponto de equilíbrio, um estado onde nos aquietamos, onde nos sentimos como criança desmamada que dorme suavemente nos braços de sua mãe!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário